Com alegria constatamos que são cada vez mais presentes em nosso planeta as iniciativas protetivas com relação ao meio ambiente e à proteção aos animais.

No entanto, todas essas ações não estão sendo suficientes para evitar que nossas florestas, águas, biodiversidade e fauna sejam violadas cotidianamente por pessoas e grupos que, ao que parece, pensam a Terra como algo que existe somente para ser explorada.
Se há tantas iniciativas que visam a proteção, por que ela não é suficiente? Porque além de toda a mobilização já em ação, é preciso uma mudança mais profunda, não apenas de fora para dentro (via legislação, regulamentação e punições aos seus descumprimentos) mas de dentro para fora do ser humano.
Assim, sem excluir todo o que já foi e vem sendo trilhado na causa ambiental, aqui, nesta área de atuação, trabalhamos a proteção ambiental a partir deste outro lado – o interno -, por meio do despertar do ser humano como parte integrante desse espaço e de todos os seres que o dividem com ele.

Nosso movimento não é inédito, sabemos. Ocorre que, por vezes, para a sociedade e vários de seus integrantes que ainda não têm o entendimento claro dessa perspectiva e, consequentemente, a auto percepção dos impactos de suas ações negativas ou omissões. Justamente porque a tentativa de proteção, para a maioria dessas pessoas, chega apenas em forma de lei, em forma de punição, e, assim, elas não conseguem enxergar a verdadeira importância do anteparo ao meio ambiente e aos animais.

Portanto, as normas que regem a temática ambiental são fundamentais, assim como outras formas ferramentas de enfrentamento, como o uso de satélites, a fiscalização, a educação ambiental e tantas outras atividades essenciais. Por isso, nossa iniciativa, sem excluir o que já é realizado nesse sentido é agir no despertar da sociedade para novas perspectivas que tragam uma real e sustentável conscientização da essencialidade que é a proteção ambiental e de todos os seus seres.

Nesse contexto, trabalhamos as seguintes ações:

  • Promoção de projetos que envolvam usina de reciclagens, estímulo à compostagem doméstica, ao consumo de produtos que promovam a defesa e a preservação do Meio Ambiente.
  • Núcleos de estudo para o desenvolvimento de tecnologias alternativas, energias renováveis e consumo sustentável.
  • Núcleos de estudo para o desenvolvimento de tecnologias alternativas, energias renováveis e consumo sustentável.

Os Nove Despertares

É preciso deixar claro que os nove despertares não são pontos isolados em si mesmos. Todos eles possuem conexões e inter-relações de modo que, por exemplo, quando atuamos no despertar de uma nova educação e cultura da paz, estaremos também promovendo uma nova consciência. E assim acontece com cada um e com todas as nossas nove áreas de atuação.