Aqui neste despertar partimos da compreensão de um turismo que abarca a amplitude que este fenômeno possui, suas múltiplas categorias e sua conexão com importantes aspectos necessários ao bem-estar, como a felicidade, a realização de sonhos, o descanso, a convivência, o nomadismo, dentre outros.

Sobretudo pelo fato da presença humana no Turismo, ou seja, da importância da ação do ser humano nesse fenômeno.
Pretende-se aqui estimular, seja por meio de projetos ou parcerias, esse turismo complexo, não no sentido de ser difícil, mas de conter em si demasiadas relações e saberes.

Porém, a experiência nos ensina que é preciso fazer um recorte, que não objetiva o descarte de todas as nuances desse fenômeno, mas que visa tão somente dar um foco no que se deseja atuar mais incisivamente.

Nesse sentido, nosso olhar restou direcionado para os trabalhos com o chamado turismo de base comunitária, visto que ele dialoga com os objetivos de todos os demais segmentos, além deste, de forma a enriquecer nossa capacidade de interferir positivamente nos espaços.

Além disso, é preciso trabalhar nesse contexto do turismo a hospitalidade e o lazer, que consideramos como duas de suas principais categorias. Acreditamos que quando queremos atuar de forma respeitosa, sejam com o ambiente, seja com as pessoas ou com todos os demais seres, o bem receber, o cuidado, o sorriso, assim como o prazer e a vivência do ócio são fundamentais para a transformação social que tanto almejamos enquanto sociedade.

Ademais, a comunicação, desde sempre presente no turismo, é um elo e por vezes, um fio condutor na nossa atuação. Ela deve se conectar de maneira harmônica com essa visão de turismo que temos. Portanto, ela deve ser simples, acessível e, ao mesmo tempo, fluida, adaptável.

Desta forma, comunicação e turismo caminham juntos nessa jornada de transformação que se pretende alçar nesse segmento.

As ações desenvolvidas para esse despertar são:

  • Programa de Hospitalidade
  • Programas de desenvolvimento do turismo voltado para a sustentabilidade.
  • Programas de desenvolvimento do turismo com foco no meio rural.
  • Programas de Comunicação Não Violenta.

Os Nove Despertares

É preciso deixar claro que os nove despertares não são pontos isolados em si mesmos. Todos eles possuem conexões e inter-relações de modo que, por exemplo, quando atuamos no despertar de uma nova educação e cultura da paz, estaremos também promovendo uma nova consciência. E assim acontece com cada um e com todas as nossas nove áreas de atuação.